sexta-feira, 14 de julho de 2017

Catecismo Ilustrado - Parte 07 - 3º artigo (continuação): Nasceu da Maria Virgem


Catecismo Ilustrado - Parte 07

O Símbolo dos Apóstolos

3º artigo (continuação): Nasceu da Maria Virgem

Explicação da gravura

1. Ao centro, o Menino Jesus nasce no estábulo de Belém, cercado dos cuidados de Maria, sua Mãe, e de São José, seu pai adotivo. Perto da manjedoura onde o Menino repousa, um boi e um jumento, animais que, segundo a Tradição, lá se encontravam.

2. Os pastores vêm adorá-l'O e no Céu os anjos entoam o alegre cântico: "Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens de boa vontade" .

Nascimento de Jesus Cristo

3. "Naqueles dias, saiu um édito de César Augusto, prescrevendo o recenseamento de toda a terra. Este recenseamento foi feito por Quirino,  governador da Síria. Iam todos recensear-se, cada um à sua cidade. José foi também da Galileia, da cidade de Nazaré, à Judeia, à cidade de David, que se chamava Belém, porque era da casa e família de David, para se recensear juntamente com Maria, sua esposa, que estava grávida. Ora, estando ali, aconteceu completarem-se os dias em que ela devia dar à luz, e deu à luz o seu Filho primogênito, e O enfaixou e O reclinou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria."(Lucas II, 1-7)

Vida oculta de Jesus

4. Guiados por uma estrela milagrosa, os Magos, em número de três, vieram adorar o Menino Jesus, e ofereceram-lhe ouro c omo a um rei, incenso como a um Deus e mirra como a um homem mortal, visto que a mirra era empregada para embalsamar os mortos.

5. Nosso Senhor foi apresentado no templo quarenta dias depois do seu nascimento, no segundo dia de fevereiro. A Santíssima Virgem cumpriu nesse dia a cerimônia da purificação, prescrita pela lei de Moisés.

6. Depois da apresentação no templo, os pais de Jesus levaram-no para o Egito, a fim de escapar à perseguição de Herodes, que o queria mandar matar.

7.Para conseguir o seu fim, Herodes mandou degolar todas as crianças até a idade de dois anos em Belém e seus arredores. Estas crianças são os chamados Santos Inocentes.

8. Morto Herodes, o Menino Jesus voltou para Nazaré, na Galileia, onde permaneceu até à idade de trinta anos.

9. A vida de Jesus em Nazaré foi uma vida ignorada, pobre e de trabalho.

10. Ensina-nos o Evangelho que durante este tempo Jesus Cristo frequentava o templo nos dias de festa, era obediente a seus pais, e à medida que ia crescendo em idade, mais dava provas de sabedoria e santidade.

Vida pública de Jesus

11. Com a idade de trinta anos, Jesus Cristo recebeu o Batismo das mãos de São João Baptista, nas águas do Jordão. (Mat. IV, 13-17)

12. E retirou-se em seguida para o deserto onde jejuou durante quarenta dias (gravura 51) permitindo ao demônio que O tentasse, para nos ensinar como devemos resistir às tentações. (Gravura 53). (Mat. IV, 1-11)

13. Saindo do deserto, Jesus Cristo escolheu os Seus doze Apóstolos, e começou a pregar o Evangelho na Judeia.

14. Nosso Senhor tomou para Seus Apóstolos uns pobres pescadores que não tinham nenhuma instrução e viviam do seu trabalho.

15. São os seus nomes: Simão chamado Pedro, e André seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu, Tomé, Mateus o publicano, Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu, Simão Cananeu e Judas Iscariotes, o traidor.

16. A palavra "Evangelho" quer dizer boa nova. A boa nova, que Jesus Cristo anunciava, era ser Ele Filho de Deus, o Messias ou Salvador prometido desde o princípio do mundo.
17. Jesus Cristo reforçava a sua doutrina com a prática de numerosos milagres. Fez o primeiro a pedido da sua Santíssima Mãe, mudando a água em vinho nas bodas de Caná, na Galileia. (Jo. II, 1-11)

18. Para testemunhar o seu amor às crianças, Jesus acariciava-as com as mãos, abraçava-as e abençoava-as dizendo: "Deixai vir a mim as crianças, porque dos que são como elas é o Reino de Deus". (Marcos X, 13-17)

19. Falando aos infelizes, Jesus dizia: "Vinde a mim, todos os que estais fatigados, e eu vos aliviarei". (Mat. XI, 28)


20. Jesus recebia os pecadores com bondade, e dizia: "Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores à penitência". (Lucas V, 31) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário